Pages

14 de set de 2013

O Rappa - Nunca tem fim

Após 5 anos sem um disco de músicas inédita, foi lançado oficialmente no último dia 3 o disco "Nunca tem fim".
O título do álbum faz menção ao período de separação pós treta com Marcelo Yuka da banda, que durou por volta de dois anos (2008-2011). A produção começou em 2012 às prestações, começando no iPad do próprio Falcão que diz ter utilizado aplicativos para gerar alguns efeitos sonoros que ajudaram a compor as canções.



O disco é composto por 10 faixas que não fugiram muito ao estilo do grupo, a louca mistura do rock, reggae e outras vertentes com pegadas eletrônicas, e as músicas com a temática sócio-políticas.

1- O horizonte é logo alí
No primeiro verso da primeira faixa fica cla cla claro o que está por vir. Um Falcão distorcido anuncia que tomaram de assalto o poder do som. E realmente é o que acontece, durante todos o disco se ouve um arranjo novo.
Uma música muito boa, mas ainda vem coisa melhor por aí.

2- Auto-Reverse
Essa é uma típica canção d' O Rappa. A musicalidade já conhecida se faz presente nessa faixa que fala sobre a superação do povo que vive à margem da sociedade e ainda assim encontra razões para ter alegria.
O clipe foi disponibilizado antes do lançamento do disco, foi gravado no Rio de Janeiro e em Fernando de Noronha e tem a participação de algumas pessoas que deram um auto-reverse na vida (dentre elas está o rapper Dexter que cumpriu 13 anos de prisão e hoje viaja fazendo shows e dando palestras pelo Brasil).

Gostaria de ter postado o vídeo aqui, mas os putos da Warner não liberam a incorporação do vídeo.
Resta então assistir no Youtube, clique aqui.

3- Boa noite Xangô
Um reggaezinho bom que só.
Tirando a parte do "Oh vibe", a música é legal

4- Cruz de tecido
Composição de Vinicius Falcão sobre o acidente com o avião da TAM em 2007 que vitimou 199 pessoas e que já caiu no abismo do esquecimento.
É uma das melhores (na minha opinião) e uma das músicas que mais chamam a atenção nesse álbum.

Controladores sem controle e uma tragédia anunciada.

5- Fronteira (D. U. C. A.)

Faixa com pick-ups com um estilo hip-hop no inicio e a mistureira caleidoscópica de praxe na sequência que chega ao seu ápice do meio para o final quebrando tudo numa mixagem do caralho.
Uma letra fera que remete as mulas do tráfico de drogas.

6- Anjos (Pra quem tem fé)
Primeiro single lançado desse álbum.
Um violãozinho tipo acústicozinho no início, solos de guitarra durante e o retorno do violãozinho no final embalam essa faixa que canta a fé.
Tirando os "Oh lord" que dá uma impressão de O Rappa feat Irmão Lázaro ex-Olodum, é uma música bem boa também.

Queria muito postar o clipe aqui também, mas a biscate sem coração Warner não permite incorporar o vídeo. Segue o link então, aqui.

7- Doutor, sim Senhor!
Uma crítica rasgada a desigualdade social e as pessoas que não enxergam o seu próximo quando ele é de uma classe menos privilegiada.
Lembra em algumas partes o som da Nação Zumbi, com tambores e metais dão um acabamento perfeito a música. 
Tem lugar reservado na lista de melhores do disco.

8- Sequência terminal
Chegamos a sequência terminal do disco. 
Não da pra falar dessa faixa que pra mim é a mais fraca do disco. A letra é legal mas o refrão é chato. A melodia também ficou chata, mesmo os metais não conseguiram salvá-la. 

9- Vida rasteja
Para compensar a anterior vem Vida rasteja que tem um retrato do Brasil em sua letra: "Tanta praia, tanta beleza, tão presente mas a vida rasteja."
E ainda dentro da letra tem algo que representa a minha sensação ao escutar esse disco maravilhoso: "Se começar foi fácil, difícil vai ser parar".
Distorções e até um piano podem ser ouvidos durante essa ótima música.

10- Um dia lindo
um bom lugar pra ler um livro
Fechando com chave de ouro o disco tem essa que representa a miscigenação musical (existe essa expressão?). 
Com participação de Edi Rock (Racionais MC's), a música tem rap, rock, metais (ah, os metais!), distorções vocais e letra muito boa.
Essa também tem tudo pra entrar na lista das melhores do disco.

"Um dia lindo pra alguns não diz nada e pra outros tem tudo a dizer." 
Vale muito a pena ouvir o trabalho novo dos caras.
Ficou inovador, sem perder a identidade musical da banda.

Caso queiram baixar o disco, clique aqui. Um oferecimento: Músicas para baixar.

Um comentário:

Postar um comentário

Gostou? Comenta ai.
Não gostou? Comenta ai também.
Não quer comentar? Então comenta.
Sem comentários? Não se faça de difícil, comente.